segunda-feira, 15 de abril de 2013

Trecho 30 - Príncipe Mecânico

No trecho 30/45, trecho publicado por Cassandra antes do lançamento de Príncipe Mecânico em seu idioma original, temos uma carta para Tessa, escrita por Magnus Bane a respeito de Will Herondale, ele parece estar muito preocupado com Will. O que será que aconteceu para que Will fosse a casa de Magnus? E porque ele saiu de lá tão mal?


Lembre-se os trechos não possuem a tradução oficial, por isso, após a publicação do livro, você pode encontrar algumas diferenças nos termos, mas a essência se mantém.
Alguns desses trechos lançados são pequenas frases, outros são parágrafos ou cenas inteiras que foram deletadas na edição.

Curta sua leitura!



Cara sensata Miss Gray,
Escrevo-lhe em nome de um amigo em comum, William Herondale. Eu sei que costuma ir e vir com bastante freqüência - com maior freqüência sair - do Instituto como lhe agrada, e que algum tempo se passe antes que qualquer questão sobre a sua ausência seja levantada. Mas como alguém que aprecia o seu bom senso em grande estima, eu lhe peço para não olhar para essa ausência como sendo comum. Eu o ví ontem à noite, e ele estava, no mínimo, perturbado quando deixou minha residência. Tenho motivos para pensar que ele poderia causar a si mesmo um acidente, e, portanto, sugiro que seu paradeiro seja procurado e sua segurança verificada. Ele é um homem difícil em sua juventude para admirar, mas eu acredito que você consegue ver o melhor dele, assim como eu, Miss Gray, e é por isso que humildemente lhe dirijo a minha carta -
Seu servo,
Magnus Bane